Como reduzir o tempo de carregamento do meu e-commerce?

20 de JUN, 2020 por Pablo Ribeiro

Pense comigo: você tem uma loja virtual de aparelhos eletrônicos e um consumidor, que está navegando na internet,  busca no Google a palavra “Smartwatch”. Então, o motor de busca rastreia todos os sites que apresentam esta palavra-chave, realiza a indexação (organização) das páginas analisando, dentre outros fatores, o tempo de carregamento e, em seguida, faz o ranqueamento com base naquilo que é estabelecido pelo próprio Google como boas práticas, posicionando as páginas de acordo com a sua relevância. No entanto, a sua loja apresenta um carregamento lento, não passa por otimizações de SEO e acaba conquistando uma posição desfavorável no resultado de busca. 

Mas a história não para por aí. Apesar do seu e-commerce não ter conseguido ficar entre os primeiros resultados, o consumidor clica e entra no seu site para ver o produto. Entretanto, está lá o problema novamente, a sua página está levando uma “eternidade” para carregar e, consequentemente, o consumidor desiste e decide entrar em outro site. Péssimo fim para essa história, não acha? Você perde a venda e, o pior, existe uma enorme chance dele não entrar na sua loja novamente, afinal, ele já não teve uma boa experiência na porta de entrada. Então, um oportunidade escapa. 

A situação apresentada acima é hipotética, no entanto, bastante real e, de fato, um dilema enfrentado por muitos lojistas. Tudo isso por causa do lento carregamento das páginas da loja. Mas você pode estar se perguntando: Como é possível reduzir o tempo de carregamento do meu e-commerce? É esta questão que responderemos no decorrer deste artigo.

Imagem Dicas para reduzir o tempo do carregamento do e-commerce
Dicas para reduzir o tempo de carregamento do seu e-commerce

Por que o tempo de carregamento do seu e-commerce deve ser rápido?

A partir do exemplo relatado na introdução, já dá para ter uma breve ideia da importância da sua loja virtual apresentar um rápido carregamento. Mas aqui vamos nos ater a dados reais para te provar o quão prejudicial a lentidão do carregamento do site pode ser para os resultados do seu e-commerce.

De acordo com um levantamento feito pelo próprio Google, o carregamento das páginas de um site, em dispositivos móveis, leva cerca de 15 segundos – lembrando que o mobile é utilizado em pelo menos uma etapa da jornada de compra. No entanto, há registros de que 53% dos visitantes que navegam em dispositivos móveis abandonam um site, caso ele leve mais de 3 segundos para carregar. Portanto, neste caso, vale mencionar a máxima “Tempo é dinheiro”.    

Ainda não está convencido? Então, fique atento a este dado, também proveniente do Google: mais da metade do tráfego geral da web advém do mobile, sendo que a taxa de conversão neste tipo de dispositivo ainda é inferior à dos desktops. Mas você pode se questionar: o que isso tem a ver com a lentidão do carregamento dos sites nos computadores? Absolutamente tudo! Primeiro, porque os dispositivos móveis, normalmente, são peças fundamentais em ao menos um das etapas da jornada de compra, conforme mencionamos acima. E segundo, porque isso prova que velocidade é igual a receita. 

Isso sem mencionar que a lentidão do carregamento das páginas faz com que o seu e-commerce não esteja oferecendo uma boa experiência àqueles que estão acessando-o. O que pode impedir a conversão do consumidor e a sua fidelização. Portanto, é fundamental que a sua loja virtual conte com um rápido carregamento.

Além desta constatação, outro fator entra na história. O Google, motor de busca mais utilizado pelos usuários, conta com um algoritmo extremamente inteligente durante o processo de busca. Existem alguns elementos que são considerados como boas práticas pelo Google, visando oferecer uma experiência cada vez melhor aos usuários. E o tempo de carregamento é um deles. Por isso que no exemplo apresentado no início do artigo, o ranqueamento da loja foi ruim. 

Como medir a velocidade do seu e-commerce?

Você sabe como medir a velocidade do carregamento da sua loja virtual? Não? Então, fique ligado na dica a seguir. 

Antes de realizar qualquer otimização para melhorar o carregamento das páginas do seu e-commerce, é importante que você, de fato, identifique se a velocidade da loja não está satisfatória e o que está interferindo nisso. Para isso, existem ferramentas disponibilizadas pelo próprio Google, que testam a velocidade das páginas, analisando o desempenho do site, tanto no desktop quanto no mobile, apresentando, inclusive, as ações que podem ser realizadas para obter uma performance melhor. A plataforma PageSpeed Insights é um grande exemplo. Uma ferramenta gratuita, destinada a desenvolvedores, que analisa o desempenho do site, gerando, automaticamente, uma pontuação de 0 a 100 e exibindo o que deve ser corrigido. Para fazer o teste, é só inserir a URL no espaço reservado dentro da ferramenta.  

Dicas para melhorar o carregamento da sua loja

Bom, você, provavelmente, já percebeu que o seu e-commerce apresenta lentidão no carregamento, mas a pergunta que não quer calar é: quais melhorias podem ser feitas para reverter este quadro? Abaixo, você poderá conferir, de maneira clara e prática, algumas ações que farão grande diferença na performance da sua loja virtual:

  • Não utilize imagens de banner em alta resolução, pois acabam interferindo no carregamento do site. O recomendado é que o banner principal não passe de 500KB e os demais banners não ultrapassem de 300KB. Isso também é válido para as imagens de produto.
  • Otimizar as imagens também é uma boa saída, através da utilização de formatos, como JPEG 2000, JPEG XR e WebP. Eles apresentam boa compactação e não prejudicam a qualidade da imagem.
  • Não coloque mais de quatro prateleiras numa página. Supondo que você ponha quatro prateleiras de doze produtos, isso significa carregar quarenta e oito imagens e toda sua estrutura HTML a mais.
  • Fazer o carregamento tardio das imagens para ganhar tempo no carregamento inicial das páginas também é uma excelente ação. Esta técnica é conhecida como lazy load (carregamento lento), que consiste em carregar todas as imagens por script após o carregamento inicial da loja.
  • Minifique os códigos HTML, CSS e Javascript, eliminando os caracteres supérfluos, como quebras de linha e espaços em branco, a fim de que eles fiquem mais leves.
  • E, por fim, utilize o cache do navegador, eles armazenam os conteúdos do site no dispositivo do usuário, para que o carregamento da loja seja mais rápido na próxima visita.

Percebeu a importância do seu e-commerce contar com rápido carregamento e deseja fazer algumas otimizações e oferecer uma experiência ainda melhor aos seus consumidores? Então, entre em contato conosco! O M3 Squad é formado por especialistas em performance digital de e-commerce e em implantação de lojas virtuais. Vamos juntos!

Divulgue esse Artigo

Deixe sua resposta