E-commerce B2B: O que é?

3 de OUT, 2020 por Herdy susi

Não é segredo para ninguém que o mercado digital vem expandindo cada vez mais. No entanto, muitos empresários ainda não se atentaram que o formato B2B também vem apresentando crescimentos consideráveis no comércio eletrônico. Mas você pode estar se questionando “E-commerce B2B: O que é?”. Neste artigo, você saberá a sua definição, conhecerá o seu potencial de acordo com dados e previsões do mercado e entenderá o que é preciso para ter uma loja virtual de sucesso neste segmento.

imagem e-commerce b2b o que é
Conheça o poder do mercado digital B2B.

Antes de mais nada, é fundamental entender que B2B é a sigla para Business to Business – Negócio para Negócio -, termo utilizado para se referir às transações comerciais entre empresas. Neste formato, o cliente é uma outra instituição, que adquire um alto volume de produtos para, então, vender aos consumidores finais. Dentre os principais negócios B2B, estão: indústrias, distribuidoras e revendedoras. A venda costuma ser realizada, tradicionalmente, pelo sistema de representantes comerciais que, muitas vezes, acabam se comportando, apenas, como tiradores de pedido, e em alguns casos, por televendas.

Diante disso, é natural que as empresas B2B se concentrem em atender, apenas, os clientes com maior potencial de compra, não compensando cobrir os estabelecimentos menores que se encontram em regiões mais distantes. O que acaba limitando o alcance e a lucratividade da instituição em comparação a outro formato de venda – que não dependa de um atendimento presencial e da locomoção de um profissional  – como é o caso dos e-commerces.

A seguir, você poderá conferir como anda o mercado digital Business to Business.

Dados do mercado mercado digital B2B

Antes de qualquer novo investimento, é fundamental saber em que direção o mercado está caminhando, a fim de tomar decisões mais assertivas e não perder boas oportunidades de conquistar uma fatia maior. Além disso, também é muito importante acompanhar as tendências, as novas demandas do comércio B2B e o que as empresas/clientes buscam na hora de comprar. O primeiro dado que você precisa ter em mente é resultado de uma pesquisa realizada pela Forrester Research – empresa norte-americana de pesquisa de mercado -, onde 93% dos consumidores B2B, que participaram da entrevista, afirmaram que escolheriam fazer as compras da corporação de forma on-line se houvesse a possibilidade. 

Este dado revela o novo comportamento dos consumidores e a importância de se adequar a ele. Portanto, pare um instante e reflita! Apesar das operações Business to Business se basearem no comércio entre empresas, não são CNPJs que, de fato, compram. Por trás deles, existem pessoas físicas que já têm o hábito de fazer suas compras pessoais digitalmente. Logo, a primeira conclusão é: eles buscam formatos de consumo práticos, simples e rápidos, assim como nas compras B2C – Business to Consumer.

Além disso, essa mesma pesquisa também evidenciou os principais motivos desses consumidores preferirem comprar on-line. 72% deles apontaram a facilidade, 52% afirmaram que não desejam ter que aguardar o representante comercial e 42% afirmaram a simplicidade de obter informações sobre o estoque e a entrega.

Projeções do mercado digital Business to Business

Ultrapassando a análise do consumidor B2B, também precisamos nos atentar aos dados do mercado digital Business to Business como um todo, bem como as projeções para o próximo ano. Segundo a Frost & Sullivan – empresa americana de consultoria de negócios -, as vendas globais entre empresas atingirá US$ 6,7 trilhões até o final deste ano, enquanto o mercado mundial B2C deve alcançar US$ 3,2 trilhões. Para você ter uma ideia, nos Estados Unidos, onde o comércio eletrônico é mais maduro, estima-se que o mercado digital B2B vá transacionar US$1,2 trilhões em 2021, o que equivale a mais de 14% das vendas Business to Business do país.

E as estimativas não param por aí. O Bank of America projeta que a Amazon Business conquiste 10% do mercado norte-americano em 2021 e 5% em âmbito internacional. Já em relação, especificamente, ao e-commerce B2B brasileiro, a Business-to-Business Online (B2BOL) estimou um faturamento de R$ 2,9 trilhões em 2019, representando um crescimento de 17,1% em comparação a 2018. Esses dados mostram, com nitidez, a expansão das operações Business to Business no comércio eletrônico do Brasil e do mundo.

Motivos para investir num e-commerce B2B

O mercado digital, independentemente, se for no segmento Business to Consumer ou Business to Business, tende a otimizar as operações e a expandir as vendas para todo o território nacional e, até mesmo, internacional. Além, é claro, de ser um diferencial competitivo propiciar um formato de consumo mais prático, cômodo e ágil, com a possibilidade de vender em qualquer horário, dia e local.

Mas falando, exclusivamente, dos negócios B2B, podemos perceber que o e-commerce contribui para: aumentar a produtividade das vendas; ter um controle maior e mais preciso em relação ao estoque; alcançar clientes que, até então, era inviável; e aumentar o posicionamento no mercado competitivo e a satisfação e retenção de clientes. Além disso, permite que os representantes comerciais da empresa se concentrem em atender negócios estratégicos, num tom mais personalizado. Isso sem mencionar que se compararmos as lojas virtuais B2B com as B2C, veremos que os e-commerces Business to Business se sobressaem em relação a alguns fatores, como frequência de compra, recorrência, volume de itens por pedido e fidelização dos clientes.

Primeiros passos para implantar um e-commerce B2B

Assim como todo novo investimento, é imprescindível se planejar antes de implantar uma loja virtual. Só não confunda planejamento com procrastinação. Engavetar projetos que podem revolucionar a realidade da sua empresa não é uma boa saída. Lembre-se que para se destacar no mercado competitivo, é preciso apresentar diferenciais, e o e-commerce entra no jogo como esta peça-chave.

Ainda no contexto de planejamento, é importante ter em mente que para o projeto se concretizar, é necessário contar com uma agência especializada em implantação de lojas virtuais e uma plataforma de e-commerce que apresente todas as funcionalidades fundamentais para o formato Business to Business, como a Plataforma VTEX. Afinal, os negócios B2B exigem ferramentas específicas para o seu pleno funcionamento. Saiba que a decisão que você tomar neste momento, pode resultar em sucesso ou sérias dores de cabeça lá na frente.  

Se você não sabe o que uma plataforma deve apresentar para que te atenda satisfatoriamente, se ligue nas informações a seguir: 

  • Ela deve permitir e suportar pedidos de alto volume;
  • Possibilitar variação de preço de acordo com o local de origem e destino;
  • Aplicar impostos ao valor final do pedido;
  • Liberar acesso, apenas, para quem tem cadastro aprovado;
  • Permitir multi preços e multiformas de pagamento; 
  • Propiciar a definição de pedido mínimo, seja por valor ou por número de produtos;
  • Fazer integração com ERPs; 
  • Possibilitar que os clientes façam cotação etc.

Além disso, também é interessante que a plataforma seja robusta, tenha velocidade, não limite sua expansão e conte com ferramentas que permitam a integração de todos os canais de venda, de forma inteligente, de acordo com as tendências do mercado digital, por meio do Omnichannel.

Case de sucesso: Implantação do e-commerce da Bunge Brasil

Conheça, a seguir, o case de implantação do e-commerce da Bunge Brasil – multinacional do segmento de agronegócio, alimentos e bioenergia – viabilizada pela Agência M3, na Plataforma VTEX. 

Com a chegada da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o isolamento social se tornou fundamental na tentativa de minimizar a proliferação do vírus. Mas esta história você já está careca de saber! Como consequência, o atendimento presencial realizado pelos representantes comerciais da Bunge precisaram ser cessados. Somando este fator com a expansão das operações B2B no mercado digital, a Bunge Brasil decidiu implantar o seu e-commerce e contar com um canal de vendas on-line, não se limitando, apenas, ao formato tradicional.

Escolha da plataforma de e-commerce

A escolha da plataforma foi baseada no porte da empresa e em suas singularidades. Por isso, optou pela VTEX, um software que traria escalabilidade e ofereceria todas as ferramentas necessárias para proporcionar uma excelente experiência de compra às empresas/clientes. Além disso, outro fator era extremamente importante nesta história: o tempo, já que a Bunge precisava voltar a vender o mais rápido possível. Portanto, decidimos desenvolver um MVP – ou seja, Produto Mínimo Viável -, cuja proposta é viabilizar um projeto básico para, assim, garantir rapidez e, no decorrer do tempo, ir evoluindo e realizando melhorias.

Como a Bunge Brasil tem presença nacional por meio de diversos distribuidores, a ideia foi criar um único frente de loja, em que os pedidos poderiam ser realizados em distribuidores distintos. A política comercial é responsável por seccionar o catálogo em diferentes regiões, onde o preço mudará de acordo com a origem e o destino. Particularidades que só foram possíveis por estarmos lidando com a VTEX.

Implantação em apenas 30 dias

Em apenas 30 dias, a M3 implementou a loja no ambiente, com cadastro inicial dos produtos, preços, estoques e clientes, além da separação dos itens por região, conforme a política comercial. Sem dúvidas, um elemento crucial para possibilitar que o projeto andasse tão rápido foi a ambientação do time de Desenvolvedores da agência no ambiente da Plataforma VTEX. 

Webinar: E-commerce B2B

Conte conosco para viabilizar o seu projeto

A M3 é uma agência especializada em implantação de e-commerces na Plataforma VTEX. Temos a expertise e a habilidade necessárias para viabilizar o seu projeto e levar o seu negócio a um próximo nível. Quer saber mais sobre o mercado digital B2B e as especificidades da VTEX para este formato de transação? Então clique aqui e confira o artigo “Lojas B2B: Conheça os diferenciais da plataforma VTEX”. E se você deseja implementar a sua loja virtual ou esclarecer eventuais dúvidas, entre em contato conosco. Vamos juntos! 

Divulgue esse Artigo

Deixe sua resposta
Pense fora da caixa black friday 2020 fique pronto para lucrar BAIXE GRATUITO AQUI
Pense fora da caixa black friday 2020 fique pronto para lucrar BAIXE GRATUITO AQUI